Saber a diferença entre mudar e transformar pode ser primordial para a vida.
Parece que as duas palavras, mudança e transformação são similares, mas não são.
Toda transformação gera uma mudança, mas nem toda mudança gera uma transformação.
Mudança é fazer algo diferente, novo, até contrário do que estamos acostumados.
Transformação seria algo mais próximo de uma metamorfose… algo que nasce, que surge daquilo que fomos num passado não tão distante.
A noção de ‘transformação’ me parece mais serena, quase transcendental.
Enquanto ‘mudança’ é algo muitas vezes caótico, turbulento.
Por exemplo…Eu posso mudar uma coisa de lugar, mudar até uma postura diante de uma situação (veja alguns políticos…),  mas sem me transformar.
Mudar dá trabalho, é cansativo.
Afinal, todos sabemos que precisamos mudar essa ou aquela coisa, muitas vezes é difícil começar.
Mas transformar algo é um exercício muito mais íntimo, mais introspectivo…
Seria quase um nascimento ao contrário (para dentro).
Transformações em geral são um amadurecimento de ideais, de posturas.
Eu não transformo algo físico em outra coisa – não sou alquimista – eu mudo coisas físicas em outras coisas físicas, necessariamente diferentes da original.
Transformações, estas sim… são nascidas no nosso íntimo, a sacudida no tapete ou a torre que desaba pela falta de uma estrutura melhor planejada.
Mudanças não são transformações.
Mas transformações sempre nascem a partir das várias mudanças que experimentamos e experenciamos ao longo da vida.
Num mundo de tantas mudanças em que estamos nos transformando?
Márlio Lamha