Por: Henrique Miranda

Estamos tendo uma grande oportunidade em nossa encarnação. Vivenciamos uma pandemia. Há cem anos o mundo teve uma oportunidade igual. E será que algo foi aprendido? Não dizemos em termos científicos, mas pela educação moral e espiritual. Progredimos?

Temos em nossas mãos uma grande chance. Não é a única, pois Deus nos dá quantas chances forem necessárias. Mas cada oportunidade deve ser aproveitada ao máximo.

Programar uma encarnação não é coisa fácil. Estar com as pessoas que precisamos, nas circunstâncias ideais é como uma passagem de um cometa. Não acontece todo dia.

E está você aqui. Lendo este informativo. Coincidência? Não. Programação. E você teve muito a ver com isto.

Na erraticidade (chamamos assim quando estamos desencarnados em algum lugar – colônia espiritual, por exemplo – e ainda necessitamos reencarnar) você eu, e a torcida do Flamengo, ou seja, a imensa maioria encarnada no planeta junto com nosso “personal reencarnation” ( são os instrutores para programar nossa reencarnação, chique né? ) estudamos e elaboramos, cuidadosamente, nossa próxima existência na Terra.
A forma física, problemas de saúde, nossos talentos e dificuldades, nossa família, nossa condição financeira, tudo é programado. Mas, muita atenção. Podemos modificar nossa programação. Nossas más inclinações podem nos desviar do caminho. Orgulho e egoísmo podem desandar todo planejamento. Muitas coisas que acontecem são por nossa única e exclusiva culpa, e nada tem a ver com nossa programação reencarnatória.

E estamos vivendo a pandemia. Programada. Concordamos em reencarnar neste período. Como estamos reagindo( na verdade não devemos reagir, mas agir, depois falamos disto)?
Estamos com medo? Normal. O medo faz com que tomemos os cuidados para não nos contaminarmos.
Estamos em pânico? Já o pânico nos imobiliza. Tenhamos Fé. A Doutrina nos instrui sobre a Fé raciocinada ( Dá um pulinho no capítulo 19 do Evangelho Segundo o Espiritismo). O que dizem as autoridades médicas sobre a doença? O que posso fazer com segurança para não me contaminar e não contaminar os outros? A fé é mãe da Esperança. Esperança é esperar fazendo.

O que estou fazendo enquanto aguardo com paciência a prova passar? Aí entra nossa observação. Normalmente reagimos quando a prova surge ( este momento onde somos colocados em uma situação de aprendizado. Geralmente as entranhas torcem, o coração aperta e você pensa que aquilo não pode ser com você ). Claro que ela carrega dificuldades. São nossas fraquezas que precisam ser trabalhadas. E qual é a atitude para passarmos bem: agir.

Reação é quando somos pegos de surpresa. Ação é quando sabemos o que está por vir e tomamos uma providência, e até mesmo, nos antecipamos. Mas você deve estar pensando: “Eu não sou vidente!”. Mas sabe seu planejamento reencarnatório. O problema é que estamos tão distantes da vida espiritual, tão ligados na matéria, afastados da oração, do estudo do Evangelho, do trabalho do bem que desligamos de nós mesmos ( Espíritos imortais que somos) e das intuições ( não precisa ser Chico Xavier) que os Espíritos nos enviam sempre.

Muitas pessoas “sentiram” que algo estava por vir. Alguns há mais tempo, outros a menos. De qualquer forma os Espíritos sempre nos avisam para estarmos prevenidos pois “os tempos são chegados”.
Mas não vem tudo de uma vez. Tipo filme de Hollywood. É um processo lento. Leiam o capítulo 28 do livro “A Gênese”.

Bom, mas agora não adianta chorar pelos vírus disseminados. O que podemos fazer? Primeiro passo é não reagir. Murmurar, revoltar, maldizer. Vamos agir. E como agir em um momento como esse? Por incrível que pareça é muito fácil.

Muitas pessoas já estão agindo agora. Vamos nos juntar a elas. Há muitos fazendo todo tipo de trabalho de ajuda. E com certeza você consegue se agregar a um destes trabalhos(pergunte na casa espírita que você frequenta). Preces, disponibilidade para organização de tarefas, convocação de trabalhadores, arrecadação física de doações, pedido de doações, trabalho em campo.

No trabalho de campo devemos lembrar de duas coisas: a primeira é sobre a fé raciocinada. Tomar as precauções para não se contaminar e não contaminar os outros e a segunda é sobre a verdadeira Caridade. Ela é anônima. Não faz propaganda, nunca! Vale ler o capítulo 13 do Evangelho Segundo o Espiritismo.
Não se culpe se deve ficar em casa. Há muito o que fazer em casa ( como falamos acima). E reflita se não é a grande oportunidade ( prova ) para você pensar sobre si e a vida que tem levado. Não será o momento de uma grande parada? Vale ler a pergunta 919 e 919 a além dos comentários de Allan Kardec em “O Livro dos Espíritos”.

Deus está nos dando uma grande oportunidade. O que você vai fazer dela?